O que os Carros Pensam da Bike?

Por esses dias, em um sábado, subindo a Ciclovia da Firmino, encontrei um barzinho que havia um pessoal. Dentre eles dois moradores da área e um taxista que parecia morar aqui, mas a região onde ele trabalha é em São Paulo.

Pedi um copo de água e nos momentos que eu fiquei por lá houve algumas críticas destrutivas as ciclovias de todos os lugares, qualquer uma e em todo o momento dizia que eles mesmos gostariam de estar pedalando e dizia que nós somos mesmo us heróis.

Perguntou se eu fazia parte da pedalada de segunda feira com o grupo de ciclistas que saem da Praça Giovanni Breda, disse que sim quando posso. O taxista , um automóvel dos largos, disse que dá o maior valor aos ciclistas “MAS”, o Haddad está construindo ciclovias em lugares que não convém…  etc e etc…

Enquanto isso eu tomava a minha água, mas veio outra pergunta, Você pedala todos os dias com a bike? De certos ele gostaria de ouvir um não, mas foi surpreendido por um SIM, como? Vc não faz nada da vida? O que você faz na vida? Essas perguntas são frequentes e minha resposta foi sincera e verídica:

Sou trabalhador, assim como o Senhor, descartei o carro, pois não há porque usar um carro para ir dali até aqui, descartei o carro porque gasta demais, é muita gasolina desperdiçada, descartei, pois ainda me sinto jovens e posso esperar o melhor do meu corpo, vou ao serviço todos os dias de segunda a sábado ida e volta, descartei, pois milhões de médicos dizem para fazermos exercícios que nem mesmo eles fazem, mas nessa de sair de casa de manhã, fazer uma rotina de exercícios é complicada, pois o homem e todo animal fazem as mesmas coisas, comem e gastam pouca energia, apenas gastam mais do que o normal para três necessidades, o sexo, para fugir de um predador, para correr atrás da caça… Tendo essas necessidades satisfeitas, o animal não gasta energia.

Claro que frase tão ilustre veio de uma pessoa que é um ícone da Saúde, o Dr. Dráuzio Varella.

Enquanto isso, o taxista me pergunta: Você viu quantos ciclistas passando por aqui enquanto nós conversamos? Mal ele sabia que tenho o costume de contar e respondi 23, ele não acreditou e deu gargalhadas e logo mais eu disse 28, então ele ficou sério e perguntou aonde?Disse então esses dois que sobem e aqueles três que descem e disse, daqui a pouco VCP verá mais de dois ciclistas por minuto e isso é um horário normal, pois tem muita gente que trabalha assim como eu de bike, por isso a necessidade de termos mais transportes coletivos de qualidade e mais ciclovias e menos carros, eles são a causa do caos no trânsito principalmente quando carregam apenas um passageiro que é o condutor.

O taxista disse que não queria falar mal, falou que apenas fez um comentário e que acha tudo o que fazemos nobre, mas vamos e convenhamos, ele quer os ciclistas fora da rua e ele não é o único, todos os carros querem o mesmo.http://www.saobernardo.sp.gov.br/comuns/pqt_container_r01.asp?srcpg=noticia_completa&ref=7705&qt1=0

Observem e contem atentamente, quantas pessoas há dentro de um carro em circulação e se eu não estiver errado a maioria terá apenas o motorista.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: