Combate as cheias em São Bernardo do Campo

*MJC – OPERAÇÃO ESTRELA É SOLUÇÃO SIM!3 frentes especiais e concomitantes de Trabalho Municipal em SBC: 1) Aumento da capacidade de vazão das drenagens naturais e construídas (bueiros, galerias, córregos, rios), através de sua ampliação (Córrego Saracantã e Taióca) e de seu constante desassoreamento e limpeza;

2) Drástica redução dos processos erosivos que ocorrem especialmente na zona periférica de expansão urbana e do lançamento irregular de entulho da construção civil e do lixo urbano. A erosão implica hoje no aporte de mais de 3,5 milhões de metros cúbicos anuais de sedimentos para o interior de córregos e rios reduzindo em muito sua capacidade de vazão (até hoje as administrações públicas tem agido sobre as conseqüências da erosão no bilionário desassoreamento dos rios, sendo desde há muito preciso trabalhar sobre as causas, sobre as áreas-fonte dos sedimentos);

3) Aumento da capacidade de retenção superficial e sub-superficial das águas de chuva, evitando ou retardando que essas cheguem tão rapidamente e em grande volume às drenagens, medida de implementação essencial, mas que não deve continuar a ser proporcionada através dos deletérios piscinões (hoje vendidos como a panacéia para todos os males, mas que na verdade, considerando-se o assoreamento por sedimentos e lixo, assim como o alto grau de poluição das águas de superfície, são verdadeiros atentados urbanísticos, sanitários e ambientais). A maior retenção de águas de chuva pode ser conseguida pela soma de uma série de medidas de fácil execução, como, por exemplo, pequenos e médios reservatórios domésticos e empresariais, calçadas, valetas e tubulações drenantes, poços e trincheiras de infiltração, praças drenantes, intenso plantio de médios e pequenos bosques florestados (uma área florestada tem a capacidade de reter até 80% do pico de uma chuva intensa).

MJC – REVERSÃO DO CÓRREGO DOS MENINOS

Todos sabemos que o ponto crítico dos alagamentos em SBC se localiza no Paço Municipal e arredores, onde os escoamentos pluviais de Baeta Neves, Jd. do Mar, Vila Euclides, Nova Petrópolis e Vila São Pedro se convergem à Praça Samuel Sabatini formando todo o caos que estamos acostumados a presenciar nos dias de chuvas. A partir daí, a água passa por uma galeria debaixo da Avenida Lauro Gomes jusante ao Córrego Taióca com destino à São Caetano. O problema, no entanto, é conhecido. Essa galeria não suporta o volume de água proveniente dos bairros mais altos. Vamos apresentar abaixo uma solução de reversão do córrego dos Meninos (Avenida Faria Lima – Ponto Crítico), com destino ao Riacho Grande. Tendo em vista sua viabilidade e o levantamento altimétrico favorável jusante à Represa.

Obs. As imagens foram criadas por Sergio Piola e com vários engenheiros da FEI fizeram este projeto que até hoje não foi apreciado pelos nossos administradores  desta atual gestão. Lembro também que este projeto foi colocado ao ar em 2010 no mês de fevereiro antes das grandes tempestades, cantamos a bola para março, e tivemos a maior decepção com as chuvas, pois elas vieram e deixou marcas. Hoje a prefeitura acredita ainda nos piscinões. Cantamos a bola para o mês de março de 2011 e ocorreu enchente em vários pontos. Estamos cantando novamente a bola da vez para 2012 ou até mesmo em 2011 em dezembro e em final de fevereiro de 2012, pois se com uma pequena chuvinha, inundou o paço municipal , a praça da Juventude Cittá di Marostica ( que está servindo de um piscinão) e o centro de especialidades na Italo Setti , canto a bola que teremos problemas.

Já estou com minha bóia , acho que terei  uso dela!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: